quarta-feira, 8 de julho de 2009

Teoria da Conspiração



Ontem a tarde assisti o show de despedida do Maicon Jeckson. Que show! Como os americanos são bons em entretenimento, hein? Emoção gratuita e fácil, com fechamento chave de ouro da filhota do Maicon.

Se você é um dessa maioria dos mortais que acreditam que ele é alienígena, ou um mutante, desculpe-me, mas ele é humano tanto quanto você ou eu. E o rapaz tem vários problemas psicológicos que atrapalharam (ou promoveram) a vida dele.

Só o que você não sabe é que ele não morreu. Foi tudo armação, pra dar uma aquecida na economia americana, foi "o" evento do verão. Na verdade quem morreu foi Elvis Presley. Sim, o rei morreu, não o do pop, mas o do rock. Sua Alteza Real morreu em sua ilha secreta em fevereiro deste ano. Como a ilha ficou vaga e Jeckson estava com uma dívida muito grande e diversos outros problemas psicológicos, resolveu desaparecer e ir pra ilha secreta do ex-sogro. Por favor não divulgue isso, senão eles mandarão Jason Bourne atrás de você.

-----------------------------------------------------------------------------------------


Essa mania de tweeter, mais de ano que tô lá e não vejo utilidade naquilo..

Mas se tiver um interesse assim super profundo inclua-mo-nos mutuamente, tá bão?

http://twitter.com/elias_jr







--------------------------------------------------------------------------------------------

Piadex do dia:

O ladrão decidiu assaltar o hospício. Chegando lá, ele gritou para o louco:

- Pare!

O louco respondeu:

- Ímpare!

E o ladrão:

- Mas eu estou te roubando!

E o louco:

- Ah, então não brinco mais.

--------------------------------------------------------------------------------------------

O que ando vendo na redemundialdecomputadores:



Vencedor do Grammy, o produtor, engenheiro e fundador do Playing for Change (PFC), Mark Johnson e sua equipe viajaram durante uma década, com uma única paixão e objetivo: conectar o mundo através da música. A ambiciosa jornada levou-os da África do Sul pós-apartheid, passando pelos antigos cantos do Oriente Médio, até a beleza remota das montanhas do Himalaia, e muito mais além.

Usando a inovadora tecnologia móvel, a “tripulação” do Playing for Change filmou e gravou mais de 100 músicos, em grande parte ao ar livre, em parques, praças e calçadas, nas ruas empedradas e em meio a vilarejos montanhosos. A cada performance capturada foi criada uma nova combinação, na qual os artistas tocaram todos essencialmente juntos, embora a centenas ou milhares de milhas de distância.

Alguns dos momentos mágicos do projeto incluem o Coro de Jovens da Comunidade de Omagh da Irlanda cantando “Love Rescue Me", escrita pelo U2 e Bob Dylan; e também os músicos de rua americanos Roger Ridley e Grandpa Elliott harmonizando com Clarence Bekker da Holanda, em meio a um conjunto de artistas da Rússia, Espanha, Venezuela, França e Brasil, o clássico de Ben E. King/Leiber & Stoller "Stand By Me". Esse vídeo já se tornou uma sensação no YouTube com mais de nove milhões de views.

Além disso, uma espetacular versão de "War/No More Trouble” de Bob Marley, cuja faixa (e vídeo) inclui músicos do Congo, Israel, Índia, Irlanda, África do Sul, Estados Unidos, Zimbábue e Gana, juntamente com Bono do U2 e o próprio Marley. “One Love" (Bob Marley) também provou ser uma opção irresistível para os produtores, interpretada pelo americano Keb’ Mo’ com a participação de artistas da Índia, Israel, Nepal, África do Sul e Zimbábue.

Esta colaboração internacional sem precedentes de cantores e músicos também inclui versões de "A Change Is Gonna Come" de Sam Cooke, Tracy Chapman's "Talking 'bout a Revolution” de Tracy Chapman e “Biko” de Peter Gabriel.

"Com Playing for Change, Mark Johnson e sua equipe criaram um movimento que transcende linguagem, fronteiras e cultura, e que traz a união de povos com um objetivo comum: a paz. Estamos emocionados pela oportunidade de levar este projeto especial para o povo”, afirma Norman Lear, produtor de TV e co-proprietário do Concord Music Group, que fundou o selo Hear Music com a Starbucks, em março de 2007.

A turnê “Playing for Change – Songs Around the World” percorreu cinco cidades americanas, apresentando alguns dos músicos que participam do CD e DVD, no mês de março: Austin no Texas, Los Angeles, São Francisco, Seattle e Nova York.

Para mais informações, visite o site: www.playingforchange.com




Nenhum comentário: