domingo, 29 de março de 2009

A alquimia da felicidade



Trecho do livro "A Alquimia da Felicidade" de Al Ghazzâlî.


"...Porém o verdadeiro autoconhecimento consiste em saber as seguintes coisas: o que tu és em ti mesmo, de onde tu vieste até onde tu vais, com que propósito tu vieste, prender-te aqui por uns tempos, e em que consiste tua verdadeira felicidade e tua verdadeira miséria. Alguns dos teus atributos são os dos animais; alguns, dos demônios e alguns, dos anjos, e tu deves descobrir quais desses atributos são acidentais e quais são essenciais. Até saberes isso, tu não descobrirás onde está tua verdadeira felicidade. A ocupação dos animais é comer, dormir e lutar; portanto, se tu és um animal, ocupa-te destas coisas. Os demônios estão ocupados em fomentar maldades, em fraudar e em enganar; se tu pertences a eles, faze o trabalho deles. Os anjos contemplam a beleza de Deus e são completamente livres das qualidades animais; se tu és de natureza angélica, então te empenha na direção da tua origem, para que tu possas conhecer e contemplar o Supremo, e liberta-te da servidão da luxúria e da ira. Tu deverias também descobrir por que foste criado com estes dois instintos animais; se eles deveriam dominar-te e fazer-te prisioneiro, ou se tu deverias dominá-los, e, no teu progresso ascendente, fazer de um teu corcel e do outro a tua arma."

Um comentário:

Pixu disse...

Oi Elias

Gostando de descobrir um pouco mais desse amigo por meio de teus escritos. A intimidade que tem com as palavras, o espírito observador do Outro, a vinculação política, a preferência musical, a sensibilidade sutil e o que não esperava, mas já andava desconfiada pelos posts lá no blog da NUP: o interesse pelo Sufismo. Sabe? Complementam mesmo a imagem positiva que aprendi a formar nesse tempo que nos conhecemos. Parabéns!
Um abraço carinhoso, daqueles que gosta da amiga Pixu...*s*