quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Mullá Nasrudin

Este sábio sufi, Mullá Nasrudin, atravessou fronteiras e enraizou-se em várias culturas. Ninguém sabe ao certo quem foi ele, onde viveu e nem quando - se e que realmente existiu! O mistério que o envolve é, na verdade, a forma mais apropriada de apresentar esse personagemque não pode ser descrito, ressaltando apenas o que é realmente importante, ou seja, sua mensagem. Uma mensagem que nos ensina a rir de nós mesmos, como uma das formas de nos conhecermos. Uma mensagem que nos faz perceber o paradoxo de nossa situação humana e que nos fala de um outra possibilidade de consciência para o ser humano. Familiarizar-se com as hisórias de Nasrudin abre a possibilidade de entrarmos em contato com o Sufismo em um de seus aspectos mais desconcertantes. Postarei com alguma regularidade alguns textos do Mullá.


Suposições

"Mullá, qual é o significado do destino?"

"Suposições."

"Em que sentido?"

"Você supõe que as coisas irão bem e elas não vão - a isto chama azar. Supõe que as coisas irão mal e elas não vão - a isto chama sorte. Supões que certas coisas irão ou não acontecer - e na mais absoluta falta de intuição, não sabe o que irá acontecer. Você supõe que o futuro é desconhecido."

"Quando você é surpreendido - a isso chama Destino."

Nenhum comentário: