domingo, 31 de agosto de 2008

Lagoa


O casal trocava um beijo apaixonado, felizes, eu passando pelo asfalto, iluminado pela lua, os via não deixando cair no esquecimento a vez que estava naquela situação...

Poeira batendo no meu rosto, me deixando ácido, inexoravelmente seguia em frente.

Quando voltaria a ser alegre como uma criança com uma grande barra de chocolate?

De onde viria uma nova música que trouxesse amplidão aos sentimentos, um novo horizonte?

Nenhum comentário: