quinta-feira, 28 de agosto de 2008

10 palavras


O porta retrato empoeirado ainda tinha a foto dos dois, aqueles sorrisos que juraram que era pra sempre, pelo menos na fotografia ficou. Pegou a caneta tinteiro, tomou outro gole de café e voltou ao texto. Como faria aquelas dez palavras terem sentido? Olhava pela janela e via a luz da lua iluminando a árvore estática no quintal. Aquela noite trazia um cheiro diferente, uma doce recordação de sonhos da juventude em que haviam esperanças, cheiro do perfume que ela usava na noite do acidente. Se houvesse um controle remoto que pudesse voltar a história da sua vida no tempo, ele com certeza daria tudo para tê-lo. Faltava música. Faltava música na sua vida.

Um comentário:

Lua Aaliyah disse...

Desafio aceito e bem resolvido!

Muito boa a idéia...
Lembra aqueles momentos em que ser quer voltar atrás, apesar de não haver arrependimento por completo em relação a td o q houve...

Gostei!