domingo, 27 de julho de 2008

o meu com o teu

Quanto a mim não se engane
Não te escuto chamar
Não te espero mais
Não te quero aqui

Talvez em quimeras sonhadas
Distante da razão
Secretamente se encontre
O meu com o teu coração.

Umas coisas.

Nenhum comentário: