sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Conto sério.

Ela sempre implicava com ele. Jeová estava irritado naquele sete de setembro, sabia que ao chegar em casa, Marinalva iria implicar novamente.

Aproximando-se de casa parou num bar e tomou quatro pingas. Ao voltar pro carro seus amigos advertiram que era melhor ele ir a pé. Se andar fosse bom, o carteiro seria imortal, pensou. Entrou no carro, desviava dos postes que corriam pela rua, e ainda tinha a Marinalva quando chegasse em casa.

Motorista irritado, perigo dobrado e azar de Adilson, o mendigo da rua de Jeová. Deitado no portão do vizinho com Bóris, seu vira-latas, Adilson nem viu quando Jeová passou por cima de Bóris com seu fusca azul. Adilson gritava e chorava a morte do amigo; Se não gosta do jeito que dirijo, saia da calçada, disse Jeová trançando as pernas ao sair do carro olhando para o velho.

Ao entrar em casa as crianças estavam gritando e brigando na sala; Porque vocês não estão na escola? perguntou zonzo olhando na direção dum dos filhos; Hoje num tem aula, é feriado pai! Marido de mulher feia não gosta de feriado. Marinalva, vestido surrado, lenço na cabeça, rosto abatido, chama o marido pro jantar. Na rua gritaria. O mendigo havia chamado a polícia.

Jeová sai, conversa com o policial que sente sua embriaguês, se Jeová andasse direito mesmo, não precisava de testemunha. O policial levou os dois à delegacia, já estava de saco cheio de mais uma briga de rua.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Frases de caminhão.

Se Jeová andasse direito mesmo, não precisava de testemunha.

Marido de mulher feia não gosta de feriado.

O dinheiro não é tudo na vida. E, geralmente, nem o suficiente.

Mulher é coisa medonha, faz o rico ficar pobre e o pobre sem vergonha.

Mulher é como música, só faz sucesso quando é nova.

Champanhe de pobre é sonrisal.

Em Cubatão toda a quarta-feira é de cinzas.

Não julgue o livro pela capa e a mulher pelo sorriso.

Motorista irritado, perigo dobrado.

Rico Saka; Pobre Sakeia; Político Sakaneia!!!

Se andar fosse bom, o carteiro seria imortal.

Estrada reta é igual a mulher sem cintura: só dá sono.

Se não gosta do jeito que dirijo, saia da calçada.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Rumi

Alguém bateu à porta da Bem-Amada, e uma Voz lá de dentro perguntou:
- Quem está aí?
E ele respondeu - Sou eu.
A Voz então disse:
- Esta casa não conterá nós dois.
E a porta continuou fechada. Então o Amante foi para o deserto e na solidão jejuou e orou. Retornou depois de um ano e bateu novamente à porta. E de novo a Voz perguntou:
- Quem é?
E o Amante respondeu:
- És tu mesma!
E a porta lhe foi aberta.

Eu olhei em torno, procurando-O. Ele não estava na Cruz. Dirigi-me ao templo do ídolo, ao antigo pagode; nenhum sinal Dele era visível ali. Fui então para a Caaba; Ele não se achava naquele refúgio de velhos e jovens. Perguntei a Ibn Sina (Avicena) do Seu estado; Ele não se achava ao alcance de Ibn Sina. Olhei para o meu próprio coração. Aí eu O vi. Ele não estava em nenhum outro lugar.

sábado, 1 de novembro de 2008

Centésima postagem.

Hamilton havia emprestado a foice ao seu compradre, Antonio.

Sua esposa lhe perguntou:

- Hamilton, cadê a foice?

- Foi-se.