quarta-feira, 18 de maio de 2011

Gálatas 5; 17

Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Auto conhecimento.

"... se um homem sabe como ser sincero em relação a si mesmo - não sincero como a palavra é compreendida habitualmente, mas impiedosamente sincero -, então não contará com uma resposta tranquilizadora à pergunta "Quem é você?". Em consequência, sem esperar que tenham se aproximado por si mesmos da experiência de que falo, e para que compreendam melhor o que quero dizer, sugiro que cada um faça a si mesmo a pergunta: "Quem sou eu?". Estou certo de que noventa e cinco por cento de vocês ficarão perturbados e responderão com outra pergunta: "O que é que o Sr quer dizer?".
Isso prova que um homem viveu toda sua vida sem se fazer essa pergunta e considera perfeitamente normal que ele seja "algo", e até mesmo algo muito precioso, algo que jamais pôs em dúvida. Ao mesmo tempo, é incapaz de explicar a outra pessoa o que esse algo é, incapaz até de dar a menor idéia desse algo, porque ele próprio não o sabe. E se não o sabe, não será simplesmente porque esse "Algo" não existe, mas apenas se supõe existir? Não é estranho que as pessoas dêem tão pouca atenção a si mesmas, ao conhecimento de si mesmas? Não é estranho que fechem os olhos, com tão tola complacência, ao que realmente são, e passem a vida na agradável convicção de que representam algo de precioso? Esquecem de ver o vazio insuportável por trás da soberba fachada criada por seu auto-engano e não se dão conta de que essa fachada só tem um valor puramente convencional."

Gurdjieff fala a seus alunos, GI Gurdjieff pag 48 Ed Pensamento.